Nigéria

Boko Haram liberta 82 raparigas. 113 continuam desaparecidas

Boko Haram liberta 82 raparigas. 113 continuam desaparecidas

A presidência da Nigéria divulgou, esta segunda-feira, os nomes das 82 estudantes de Chibok recentemente libertadas pelo grupo extremista Boko Haram, permitindo aos pais ver se as suas filhas faziam parte da lista, três anos depois do rapto.

A lista foi divulgada hoje cedo e os nigerianos juntaram-se em frente às bancas de jornais olhando para os nomes das raparigas na imprensa local.

Os pais de algumas das estudantes estão na capital, Abuja, onde as raparigas se encontraram no domingo com o Presidente Muhammadu Buhari, mas outros encontram-se nas suas casas no noroeste da Nigéria, sem saber se as suas filhas estão entre as libertadas.

Após a libertação destas 82 estudantes, continuam desaparecidas 113 raparigas do grupo raptado em abril de 2014 de um colégio interno em Chibok.

O Boko Haram pretende criar um estado islâmico no norte da Nigéria, maioritariamente muçulmano, ao contrário do sul, de maioria cristã. A sua revolta já causou pelo menos 20 mil mortos e mais de 2,6 milhões de deslocados desde 2009.

Outras Notícias