O Jogo ao Vivo

Itália

Bomba da Segunda Guerra obriga a evacuar centro histórico de Turim 

Bomba da Segunda Guerra obriga a evacuar centro histórico de Turim 

Mais de 10 mil pessoas que vivem no centro histórico de Turim foram, este domingo, retiradas da zona para as autoridades poderem desarmar uma bomba inglesa da Segunda Guerra Mundial, que não explodiu.

Na "zona vermelha" ao redor da Via Nizza, no coração da cidade, os 10 mil habitantes foram retirados de suas casas e 50 mil outras pessoas foram convidadas a ficar em suas casas entre as sete e as 16 horas locais. Além disso, durante a desativação, o espaço aéreo de Turim será fechado e o tráfego de comboios na estação Porta Nuova interrompido.

De acordo com as autoridades, trata-se de uma bomba inglesa, com um explosivo de dinamite de 65 quilos, lançada há mais de 70 anos por aviões aliados durante a Segunda Guerra Mundial, que nunca chegou a explodir.

O comandante Elvio Pascale, que coordena as operações, explicou que o procedimento consistirá primeiro em "desativar o fusível traseiro e, em seguida, cortá-lo na frente, que será destruído". "Será a parte mais delicada, que durará até sete horas", disse o responsável, acrescentando que, de seguida, um camião vai transportar a máquina desativada para Cirie, onde será explodida numa pedreira desativada.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG