Tensão

Boris Johnson pede ao presidente do Irão "fim das hostilidades" no Golfo

Boris Johnson pede ao presidente do Irão "fim das hostilidades" no Golfo

O primeiro-ministro britânico, Boris Johnson, falou esta quinta-feira por telefone com o presidente iraniano, Hassan Rohani, e pediu "o fim das hostilidades" no Golfo Pérsico, informou um porta-voz do executivo britânico.

Os dois dirigentes abordaram o recente agravamento da tensão entre o Irão e os Estados Unidos, na sequência do assassínio, num ataque usando 'drones' (aviões não-tripulados) dos Estados Unidos, do general iraniano Qassem Soleimani, na sexta-feira em Bagdad.

À operação, ordenada pelo Presidente norte-americano, Donald Trump, o Irão respondeu com um ataque com mísseis contra duas bases iraquianas utlizadas por tropas dos Estados Unidos, Ein al-Assad (noroeste) e Erbil (norte), que não fez vítimas.

Johnson e Rohani "abordaram a situação na região depois da morte de Qassem Soleimani e o primeiro-ministro instou a que seja posto fim às hostilidades", disse o porta-voz.

Boris Johnson também "sublinhou o compromisso do Reino Unido" em relação ao acordo nuclear de 2015.

Ao limitar as atividades nucleares iranianas, o acordo contém "as melhores disposições disponíveis para realizar o objetivo de impedir o Irão de possuir armas nucleares", disse o porta-voz.

O primeiro-ministro britânico referiu ainda na conversa o caso da cidadã iraniano-britânica Nazanin Zaghari-Ratcliffe, detida desde 2016 no Irão por participar em manifestações antigovernamentais, e pediu a sua "libertação imediata", assim como a de outros cidadãos de dupla nacionalidade.

Outras Notícias

Outros Conteúdos GMG