Mundo

Breivik pediu a absolvição no final do julgamento

Breivik pediu a absolvição no final do julgamento

O julgamento do autor confesso dos atentados de Oslo, Anders Behring Breivik, terminou, esta sexta-feira, com o acusado a pedir absolvição e o tribunal a marcar a leitura do veredicto para 24 de agosto.

Breivik, de 33 anos, utilizou os 45 minutos concedidos pelo tribunal para uma declaração final para afirmar que os seus ataques eram necessários para defender a Noruega do multiculturalismo e de uma "invasão muçulmana".

"Os ataques de 22 de julho foram ataques preventivos para a defesa do meu grupo étnico e não posso assumir culpa. Agi em nome do meu povo, da minha religião e do meu país. Peço por isso a minha absolvição", disse.

"Os juízes aqui sentados hoje podem julgar-me como quiserem. Mas a História mostrará se julgaram um homem que quis deter o mal", disse.

Nos argumentos finais, o advogado de defesa rejeitou o pedido da acusação para que Breivik seja internado num estabelecimento psiquiátrico e pediu que lhe seja dado "o castigo mais moderado".

Embora a absolvição seja uma impossibilidade, o advogado estava formalmente obrigado a pedi-la, uma vez que Breivik se declarou inocente, apesar de confessar a autoria dos ataques de 22 de julho de 2011.

Na quinta-feira, o Ministério Público norueguês pediu o internamento compulsivo de Breivik por considerar haver "uma dúvida real" sobre a sua imputabilidade. "É pior condenar um psicótico à prisão que um não psicótico a tratamento psiquiátrico", defendeu o procurador Svein Holden.

PUB

Relatórios psiquiátricos pedidos pelo tribunal chegaram a conclusões opostas, com um primeiro a considerar Breivik esquizofrénico e um segundo a declará-lo criminalmente responsável.

A 22 de julho de 2011, Anders Behring Breivik fez explodir dois engenhos junto ao edifício sede do governo, em Oslo, causando a morte a oito pessoas. Dali seguiu para a ilha de Utoya, a oeste da capital, onde disparou sobre um acampamento de jovens do Partido Trabalhista, matando 69 pessoas.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG