Brexit

Gibraltar não é negociável, sai da UE quando Reino Unido sair

Gibraltar não é negociável, sai da UE quando Reino Unido sair

O negociador chefe da União Europeia para o Brexit, Michel Barnier, garantiu que "Gibraltar sai da União Europeia ao mesmo tempo que o Reino Unido, pelo que não é sequer um ponto que figure nas negociações".

Michel Barnier emitiu estas declarações numa intervenção, em Madrid, perante a comissão mista para a União Europeia (UE), como parte das suas viagens pelos 27 países que permanecerão na UE, para informar Governos e parlamentos sobre os avanços no processo de saída do Reino Unido do bloco comunitário.

Na sessão, o negociador europeu pormenorizou os avanços alcançados e o calendário de acordos e ratificações que deve cumprir-se antes de 29 de março de 2019, data prevista para a saída britânica.

Por seu lado, os parlamentares espanhóis manifestaram as suas dúvidas e preocupações sobre o processo, em concreto sobre o conteúdo exato das negociações, a urgência dos prazos e as garantias de que serão respeitados os direitos dos cidadãos, em especial os da zona do Campo de Gibraltar e dos espanhóis instalados no Reino Unido.

O chefe da equipa negocial da UE tentou aplacar as preocupações assegurando que "o acordo sobre os cidadãos preserva os direitos destes cidadãos durante toda a vida" e que está "consciente de que o Governo espanhol está muito preocupado, especialmente com os trabalhadores transfronteiriços".

Antes de ir ao parlamento, Barnier reuniu-se com o ministro dos Negócios Estrangeiros espanhol, Alfonso Dastis, e almoçou com a vice-primeira-ministra, Soraya Saénz de Santamaría.