Fabricadas em Portugal

Camião com 200 mil máscaras destinadas a França assaltado em Espanha

Camião com 200 mil máscaras destinadas a França assaltado em Espanha

Um camião que transportava 200 mil máscaras de Portugal com destino a França foi assaltado, na passada quinta-feira, numa estação de serviço espanhola. Empresa de transporte garante que a entrega será feita antes do dia 15 de maio.

As máscaras de tecido iam ser entregues em várias comunas da região da Ilha de França, segundo noticia o jornal françês Le Figaro.

De acordo com a AFP, o roubo ocorreu numa estação de serviço espanhola. "O motorista foi assaltado numa zona de repouso, ainda não é muito claro", informou a empresa Sissi et Cie, especializada na importação e exportação de têxteis.

A mercadoria, proveniente de Portugal, tinha um valor de 400 mil euros e destinava-se às cidades de Bobigny, Bondy, Montreuil (Seine-Saint-Denis), Nozay, Saint-Germain-en-Laye (Yvelines), Chelles (Seine-et-Marne) e Us-en-Vexin (Val-d'Oise).

"É vergonhoso e dramático", afirmou a transportadora, que já distribuiu materiais por várias comunas, desde 30 de abril, sob escolta policial.

O presidente da câmara de Montreuil, Patrice Bessac, já reagiu, em comunicado, afirmando que se trata "de um ato criminoso que põe em perigo os habitantes". O autarca pretendia distribuir este fim de semana as máscaras transportadas pelas caixas de correio dos cidadãos.

A publicação francesa dá ainda conta de que o presidente de Bondy, Sylvine Thomassin, já pediu a abertura de uma investigação. "A situação é a consequência simples e triste da inação do Estado nesta questão", afirmou, mostrando insatisfação face à forma como o governo francês está a gerir a questão da distribuição das máscaras de proteção.

"Vejam bem onde estamos hoje, obrigados a pedir escoltas policiais para assegurar o transporte de máscaras", lamentou.

Outras Notícias