EUA

Debate conflituoso: Joe Biden diz a Trump que se cale

Debate conflituoso: Joe Biden diz a Trump que se cale

Joe Biden disse ao presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, que se calasse, durante o primeiro debate das eleições presidenciais, marcado por troca de acusações e insultos.

"Vais-te calar, homem?" disse Biden, depois de ser interrompido várias vezes por Donald Trump num debate muito conflituoso, em Cleveland, Ohio, esta quarta-feira de madrugada.

O candidato democrata falava depois de ser questionado pelo moderador, Chris Wallace, sobre a possibilidade de adicionar mais um lugar ao Tribunal Supremo, pergunta a que não respondeu diretamente.

No entanto, Biden afirmou que a vaga deixada pela morte da juíza progressista Ruth Bader Ginsburg não deve ser preenchida antes das eleições e que os eleitores devem ter a oportunidade de decidir quem vai nomear o próximo juiz da instituição.

Donald Trump, que nomeou a juíza conservadora Amy Coney Barrett para o lugar, disse que "tem todo o direito" de preencher a vaga e que os democratas só não conseguiram confirmar Merrick Garland em 2016 "porque não tiveram a eleição".

Há quatro anos, o Senado controlado pelos republicanos impediu o então presidente norte-americano, Barack Obama, de nomear Merrick Garland para o lugar de Antonin Scalia durante mais de nove meses, argumentando que deveria ser o próximo presidente a fazê-lo.

PUB

O mesmo Senado, liderado por Mitch McConnell, inverteu agora a sua posição e pretende confirmar a nomeada de Trump independentemente dos resultados das eleições.

Troca de insultos e acusações

O Tribunal Supremo foi uma das várias questões abordadas durante hora e meia de debate, onde os candidatos trocaram insultos e acusações.

Numa instância, Biden disse ser " difícil responder a seja o que for com este palhaço" e afirmou que ele é "o pior Presidente que a América já teve". Noutras ocasiões, afirmou que Trump é "racista", "mentiroso", "fantoche de [Vladimir] Putin" e "sem conhecimento" do que diz.

Donald Trump, por seu lado, colocou em causa a inteligência de Joe Biden, dizendo-lhe que não há "nada de esperto" no oponente democrata.

Trump acusou ainda Biden de chamar aos militares do exército "bastardos estúpidos", algo que o democrata negou.

O moderador e apresentador da Fox News, Chris Wallace, pediu repetidamente a Donald Trump que deixasse Joe Biden responder às questões, tendo acontecido com frequência o presidente norte-americano falar por cima do oponente de forma agressiva.

Trump lançou ainda várias acusações de corrupção e vício de drogas ao filho de Joe Biden, Hunter Biden, que o democrata defendeu vigorosamente, dizendo que "não fez nada de errado" e que "tem orgulho" nele.

Estão marcados mais dois debates, sendo que o confronto desta noite levou alguns comentadores da CNN, estação que transmitiu o debate, a questionar se Joe Biden deverá ou não continuar com o plano de voltar a estar em palco com Trump.

O próximo debate do ciclo eleitoral será entre os candidatos a vice-presidente, Mike Pence (republicanos) e Kamala Harris (democratas), a 7 de outubro.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG