Redes sociais

Twitter identificou 300 mil tweets potencialmente enganosos sobre eleições dos EUA

Twitter identificou 300 mil tweets potencialmente enganosos sobre eleições dos EUA

O Twitter assinalou cerca de 300 mil mensagens sobre as eleições presidenciais nos Estados Unidos, como sendo "potencialmente enganosas", anunciou a rede social na quinta-feira.

O balanço estatístico diz respeito aos 'tweets' sobre as eleições norte-americanas, publicados entre 27 de outubro e a quarta-feira passada, dia 11, ou seja, abrangendo a fase final da campanha eleitoral e os dias seguintes ao anúncio da vitória do democrata Joe Biden.

Esses cerca de 300 mil 'tweets', que violaram os princípios do Twitter, representam 0,2% do total de mensagens publicadas sobre as eleições norte-americanas naquele período de tempo, e desse total faziam parte 456 mensagens bloqueadas e impedidas de serem partilhadas por causa do conteúdo.

Durante aquele período, e numa tentativa de contrariar a propagação de informação falsa, o Twitter publicou por diversas vezes avisos e alertas informativos relacionados com o processo eleitoral, que foram visualizados 389 milhões de vezes pelos utilizadores.

Entre as mensagens consideradas enganosas pelo Twitter, que surgiram acompanhadas de alertas, estão vários 'tweets' assinados pelo presidente cessante, Donald Trump, que escreveu por diversas vezes que as eleições foram fraudulentas, sem, contudo, apresentar qualquer prova.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG