O Jogo ao Vivo

Venezuela

Caracas confirma detenção do tio de Guaidó: "Trazia material perigoso"

Caracas confirma detenção do tio de Guaidó: "Trazia material perigoso"

O Governo venezuelano confirmou ter detido o tio do líder opositor Juan Guaidó, por ter tentado entrar no país com "material muito perigoso".

"Andam por aí com um escândalo (...) que é um desaparecimento forçado", disse o presidente da Assembleia Constituinte, Diosdado Caballo, numa referência à detenção de Juan José Marquez, tio de Juan Guaidó. "Tenho uma novidade: foi detido um senhor, que trazia material muito perigoso dentro do avião", acrescentou, durante um programa transmitido pela televisão estatal venezuelana na terça-feira à noite.

PUB

O presidente da Assembleia Constituinte, composta unicamente por apoiantes do regime venezuelano, acrescentou que Juan José Marquez "violou as normas da Aeronáutica Civil e entrou com um colete anti-bala, proibido" no país.

Considerado o segundo homem mais forte do chavismo, depois do presidente Nicolás Maduro, Diosdado Cabello indicou que o tio de Juan Guaidó "trazia umas lanternas táticas, que continham no interior, no compartimento das pilhas, substâncias químicas de natureza explosiva".

O desaparecimento de Juan José tinha sido denunciado na terça-feira pelo líder da oposição venezuelana Juan Guaidó, que chegou ao aeroporto de Caracas com o sobrinho, intercetado pelas autoridades aduaneiras, no final de uma deslocação internacional de 23 dias.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG