EUA

Casal acusado de homicídio dava apenas fruta e legumes a filho de 18 meses

Casal acusado de homicídio dava apenas fruta e legumes a filho de 18 meses

Um casal norte-americano vai ser julgado pelo homicídio por subnutrição do filho de 18 meses. A criança apenas comia fruta e legumes e seguia a dieta vegan dos pais.

O filho de Ryan e Sheila O'Leary faleceu a 27 de setembro depois de ter passado uma semana sem comer. O casal alimentava o filho com fruta crua (como mangas, bananas e abacates), vegetais e ocasionalmente bebia leite materno. A mãe confirmou às autoridades que a criança nunca tinha ido ao médico desde que nasceu.

A progenitora pensou que a falta de apetite estaria relacionado com as dores de crescimento dos dentes e por isso tentou alimentá-lo com leite materno. Segundo o jornal "Mirror", o bebé começou a ter dificuldades de respiração enquanto era amamentado. Apesar de estranhar a situação, a mãe acabou por ignorar e adormeceu. Quando acordou, a criança já não respirava e tinha o corpo frio.

A mesma publicação adianta que a autópsia veio comprovar sinais de subnutrição, incluindo desidratação e problemas no fígado. A criança pesava cerca de oito quilos, o peso normal para um bebé com sete meses. O filho de Ryan e Sheila O'Leary tinha 18 meses.

A polícia confirmou que o casal tinham mais três filhas: duas meninas estavam com peso abaixo da média, já a terceira (fruto de relacionamento anterior de Ryan O'Leary) tinha um peso normal para a sua idade. O casal vai ser julgado por homícidio e negligência infantil.

PUB

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG