Mau tempo

Cerca de 200 pessoas morrem após fortes chuvas na Índia e Nepal

Cerca de 200 pessoas morrem após fortes chuvas na Índia e Nepal

Cerca de 200 pessoas morreram devido a inundações e deslizamentos de terra em vários dias de chuvas na Índia e no Nepal, disseram esta quinta-feira as autoridades locais ao fazer um novo balanço, confirmando ainda as previsões de fortes precipitações.

O número oficial de mortos aumentou no Nepal para 88 mortos e 102 na Índia.

As condições meteorológicas cada vez mais imprevisíveis e extremas que atingem o sul da Ásia nos últimos anos são causadas pelas mudanças climáticas e exacerbadas pela desflorestação, construção de barragens, entre outros, de acordo com os especialistas.

Pelo menos 88 pessoas morreram no Nepal, incluindo uma família de seis pessoas, cuja casa foi destruída por uma repentina avalancha de terra e escombros.

Na Índia, só no Estado de Uttarakhand, nos Himalaias, foram confirmadas esta quinta-feira a morte de 55 pessoas, incluindo cinco membros da mesma família que ficaram soterrados em casa.

Muitas pontes e estradas ficaram danificadas e muitas cidades ficaram isoladas. O exército foi chamado para restabelecer o contacto e auxiliar aos milhares de pessoas que estavam em dificuldades devido às inundações e deslizamentos de terra.

O secretário para a gestão de desastres naturais de Uttarakhand, S. Murugeshan, disse que o número de mortos pode aumentar ainda mais, já que muitas pessoas ainda estão desaparecidas, incluindo 20 turistas.

PUB

Cinco pessoas morreram no Estado de Bangala Ocidental, no leste da Índia, onde "a lama, as pedras e as águas que corriam pelas colinas de Darjeeling danificaram quase 400 casas", disse o ministro de Gestão de Desastres à agência de notícias AFP, Javed Amhed Khan, acrescentando que "vários milhares de pessoas foram retiradas ao longo de rios que transbordaram".

"Várias centenas de turistas estão presos no resort montanhoso de Darjeeling", acrescentou.

Os serviços meteorológicos emitiram um alerta vermelho para Bengala Ocidental, avisando que chuvas extremamente fortes continuariam esta quinta-feira em Darjeeling, Kalimpong e Alipurdur.

Em Kerala, no sul da Índia, onde 42 pessoas morreram desde a semana passada, o serviço meteorológico também alertou sobre fortes chuvas em pelo menos três distritos do Estado após uma trégua nos últimos dias.

Em 2018, quase 500 pessoas morreram em Kerala, que foi devastada pelas piores inundações em quase um século.

A Cruz Vermelha, cujas equipas estão a ajudar nas operações de resgate em ambos os países, alertou as pessoas que vivem próximo de jusantes sobre as novas ameaças de inundações e deslizamentos de terra.

"O povo do Nepal e da Índia está a viver com a pandemia do novo coronavírus e o agravamento dos desastres climáticos, o que está a causar um forte impacto em milhões de vidas e meios de subsistência", sublinhou a organização.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG