Mundo

Cerca de 35 milhões de espanhóis vão escolher um novo Governo

Cerca de 35 milhões de espanhóis vão escolher um novo Governo

Cerca de 35 milhões de espanhóis são chamados, este domingo, a eleger um novo Governo para o seu país. Praticamente todas as mesas eleitorais foram constituídas e o voto decorre com normalidade em toda a Espanha, com pequenas incidências resolvidas rapidamente, segundo explicou, este domingo, a sub-secretária do Ministério do Interior.

Pilar Galego e o secretário de Estado da Comunicação, Félix Monteira apresentaram os primeiros dados eleitorais cerca das 10,30 horas (menos uma hora em Portugal continental) no Centro de Imprensa no Palácio dos Congresso em Madrid.

"Praticamente a totalidade das mesas já foram constituídas e das que ainda não o foram apenas temos relatos de ligeiros atrasos", explicou Galego.

"A estas horas os espanhóis estão a votar com absoluta normalidade. Os sistemas de transmissão eletcrónica funcionaram perfeitamente", disse, recordando que as mesas eleitorais dispõe de PDA com que transmitem imediatamente informação pertinente de cada ponto de votação.

Apesar da chuva, e do alerta laranja que está em vigor em grande parte do país, as incidências têm sido "bastante reduzidas", com destaque para algum atraso na abertura de alguns pontos de votação na Catalunha e a necessidade de transferir o local de votação num colégio em Granada.

Na pequena aldeia de Villaroya, em La Rioja, as urnas abriram e fecharam em apenas sete minutos, depois de terem votado todos os 10 residentes do censo local eleitoral.

Em Saragoça, antes da abertura das urnas, as autoridades detiveram duas pessoas, tendo identificado cinco menores, que tinham na sua posse listas com locais eleitorais onde pretendiam usar silicone para manipular as fechaduras e dificultar a abertura dos pontos de votação.

Outras Notícias

Outros Conteúdos GMG