Israel

Cessar-fogo de longo prazo só com "resposta clara" às necessidades de segurança de Israel

Cessar-fogo de longo prazo só com "resposta clara" às necessidades de segurança de Israel

Israel não acordará nenhum cessar-fogo de longo prazo com o Hamas nas negociações indiretas no Cairo, a menos que as suas necessidades de segurança sejam claramente satisfeitas, afirmou, este domingo, o primeiro-ministro israelita, Benjamin Netanyahu.

"Só se houver uma resposta clara às necessidades de segurança de Israel, só então aceitaremos chegar a um entendimento", disse no início da reunião semanal do gabinete em Jerusalém.

Atualmente, vigora um cessar-fogo entre Israel e o Hamas, que se deverá prolongar até ao final do dia de segunda-feira, enquanto decorrem no Cairo as negociações de paz medidas pelo Egipto.

Na sexta-feira à noite, em declarações aos jornalistas, Azam al Ahmed, chefe da delegação das fações palestinianas, disse que ambas as partes tinham chegado a acordo quanto ao desbloqueio da Faixa de Gaza e à abertura das passagens fronteiriças, e que agora iria ser negociada a aplicação dessas medidas.

Além disso, Azam al Ahmed anunciou que será convocada para setembro uma conferência internacional no Egipto, para a reconstrução da Faixa de Gaza, resultado da "agressão e ocupação" israelita, e na qual participarão todos os atores e doadores internacionais.

Desde que no passado dia 8 de julho começaram as hostilidades, o Governo israelita assegura que o objetivo do seu exército é destruir as plataformas de lançamento de 'rockets' e os túneis escavados pelas milícias palestinianas entre Gaza e o território de Israel.

Os confrontos já fizeram mais de dois mil mortos.

Outras Notícias

Outros Conteúdos GMG