O Jogo ao Vivo

Tribunal

Carles Puigdemont alvo de novo mandado de detenção europeu

Carles Puigdemont alvo de novo mandado de detenção europeu

Na sequência da condenação de nove líderes políticos independentistas catalães, o Supremo Tribunal emitiu um novo mandado de detenção europeu com vista à extradição do ex-presidente do Governo regional, Carles Puigdemont.

O juiz espanhol Pablo Llarena emitiu esta segunda-feira uma ordem europeia de detenção e entrega contra o ex-presidente do governo regional da Catalunha, Carles Puigdemont, que se encontra na Bélgica, disseram à agência de notícias EFE fontes judiciais.

A decisão foi tomada poucas horas depois de o Tribunal Supremo espanhol ter decretado a sentença sobre o processo da tentativa de independência da Catalunha, que condenou nove acusados pelos crimes de sedição e desvio de fundos públicos. Durante a instrução do caso, a Alemanha rejeitou a extradição de Carles Puigdemont, durante uma deslocação do ex-presidente da Generalitat ao país.

Em causa está o processo levantado por dirigentes catalães separatistas em 2017, para tentarem alcançar a independência da região. Os magistrados entendem que os acontecimentos de setembro e outubro desse ano constituíram sedição, visto que os condenados mobilizaram os cidadãos num "levantamento público e tumultuoso" para impedir a aplicação direta das leis e obstruir o cumprimento das decisões judiciais.

"Os acontecimentos do dia 1 de outubro [dia do referendo sobre a independência] não foram apenas uma manifestação ou um protesto. Foi um levantamento tumultuoso provocado pelos acusados", referem os juízes do Supremo espanhol.

Outros Artigos Recomendados