ETA

Chefe do Governo espanhol recebe vítimas de terrorismo da ETA

Chefe do Governo espanhol recebe vítimas de terrorismo da ETA

O presidente do Governo espanhol, Mariano Rajoy, recebe, esta quarta-feira, na sede do executivo em Madrid, a representante das vítimas do terrorismo da ETA, na sequência de uma polémica decisão do Tribunal Europeu de Direitos Humanos.

Fontes da presidência do Governo confirmaram aos jornalistas em Barcelona que o encontro decorrerá ao final da tarde no Palácio da Moncloa.

Em causa está uma polémica decisão do Tribunal Europeu dos Direitos Humanos, que ordenou a libertação da militante do movimento terrorista basco ETA, Ines del Rio, presa desde julho de 1987 e condenada a 3828 anos de prisão por vários atentados.

Ines del Rio foi libertada, na terça-feira, e antecipa-se que possam ocorrer mais libertações de etarras na sequência de decisão europeia.

Esta decisão do Tribunal Europeu dos Direitos Humanos rejeitou que Espanha continue a aplicar, como jurisprudência, a 'doutrina Parot', que vigora desde 2006, e obriga a calcular a redução de penas sobre o total sentenciado e não sobre o limite máximo de cumprimento de 30 anos.

Já esta quarta-feira, o ministro do Interior espanhol, Jorge Fernández Díaz, garantiu que o Governo continuará a apoiar as vítimas do terrorismo, afirmando continuar a pensar que a doutrina "é justa".

"O Governo tem estado, está e estará com as vítimas", disse Fernández Díaz em declarações à TVE, explicando que já se reuniu, na sequência da decisão europeia, com representantes das principais associações de vítimas do terrorismo.

PUB

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG