Pandemia

China deteta 12 novos casos de covid-19 nas últimas 24 horas, sete em Pequim

China deteta 12 novos casos de covid-19 nas últimas 24 horas, sete em Pequim

A China diagnosticou 12 novos casos da covid-19 nas últimas 24 horas, incluindo sete em Pequim.

As autoridades asseguraram na terça-feira que o surto em Pequim está na fase final, após medidas de confinamento parcial e realização de testes em grande escala.

O novo surto foi detetado em Pequim a 11 de junho num dos maiores mercados abastecedores da região. A cidade aumentou o nível de emergência, visando conter a disseminação do surto, que somou 252 casos até agora.

Ao contrário das medidas de confinamento geral, adotadas a nível nacional, aquando do primeiro surto na China, em janeiro, as autoridades optaram por medidas localizadas e parciais, abrangendo apenas áreas da cidade consideradas de risco.

A capital chinesa aumentou ainda a capacidade de execução de testes para um total de um milhão de amostras por dia.

A normalidade manteve-se em grande parte da capital chinesa. Espaços comerciais e restaurantes, assim como vários espaços noturnos, permanecem abertos e as ruas movimentadas.

Além dos sete casos detetados em Pequim, a China registou, nas últimas 24 horas, dois casos de contágio local, na província de Hebei, adjacente à capital chinesa.

O país registou ainda três casos oriundos do exterior. A Comissão de Saúde da China não relatou novas mortes em todo o país.

O número de casos ativos fixou-se em 368, entre os quais 12 em estado grave. De acordo com os dados oficiais, desde o início da pandemia, a China registou 83.430 infetados e 4634 mortos, devido à covid-19, a doença causada pelo novo coronavírus (SARS-CoV-2).

Outras Notícias