Ambiente

China regista setembro mais quente desde 1961

China regista setembro mais quente desde 1961

A temperatura média na China em setembro foi a mais elevada registada nesse mês desde 1961, segundo o Centro Meteorológico Nacional chinês.

Entre 1 e 28 de setembro, a temperatura média no país atingiu 18,5 graus Celsius, 1,5 graus mais alta do que a temperatura em anos considerados normais.

Este também foi o quarto setembro mais húmido desde 1961.

A precipitação foi 29,7% superior à registada em anos classificados como normais.

Em particular, a precipitação na parte norte da China estabeleceu um "recorde histórico" em setembro, de acordo com a agência noticiosa oficial da Xinhua.

Já em julho, a China central sofreu fortes chuvas que causaram 300 mortos na província de Henan, de acordo com as autoridades locais.

Song Lianchun, meteorologista do Centro Meteorológico Nacional, disse na altura: "Não podemos dizer que um evento meteorológico extremo é diretamente causado pelas alterações climáticas, mas, a longo prazo, o aquecimento global causa um aumento na intensidade e frequência de tais eventos".

PUB

O setembro quente, com o consequente aumento da procura de ar condicionado, surgiu numa altura em que várias partes da China enfrentam restrições de fornecimento de energia devido aos elevados preços do carvão e à crescente procura de energia, especialmente por parte do setor industrial.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG