Tensão

China suspeita que sismo foi novo teste nuclear da Coreia do Norte

China suspeita que sismo foi novo teste nuclear da Coreia do Norte

A China suspeita que o sismo de 3,4 de magnitude detetado este sábado na Coreia do Norte possa ter sido uma explosão, um novo teste nuclear.

O organismo chinês responsável pela monitorização da atividade sísmica diz que o sismo foi registado à superfície (0 km de profundidade) às 8.30 horas (9.30 horas em Portugal continental).

O serviço sismo chinês CENC fala de um abalo com magnitude 3.4 provocado "possivelmente por uma explosão", ressalvando que o local do epicentro é praticamente do que foi sentido a 3 de setembro quando a Coreia do Norte realizou o seu sexto e mais poderoso teste nuclear.

Um funcionário da agência sul-coreana, que não se quis identificar, explicou que foi detetado um sismo na área em redor de Kilju, uma província no noroeste da Coreia do Norte, onde se situa o local de testes nucleares Punggyeri, garantindo que o abalo não foi provocado por uma explosão artificial.