Espanha

Chuva no Congresso espanhol adiou início de sessão de controlo ao Governo

Chuva no Congresso espanhol adiou início de sessão de controlo ao Governo

A sessão de controlo ao Governo no Congresso de Deputados em Madrid começou com mais de duas horas de atraso relativamente à hora prevista devido às fortes goteiras que caíam sobre algumas bancadas.

O debate foi suspenso às 9 horas (menos uma hora em Portugal continental) pelo presidente do Congresso, Jesus Posada.

Deputados da oposição e jornalistas no local recordaram em comentários nos corredores e nas suas redes "twitter" que o telhado do Congresso de Deputados foi alvo recente de obras, que custaram mais de 4,5 milhões de euros.

Poucos minutos depois da hora prevista para o arranque do debate, e já com o primeiro-ministro, Mariano Rajoy, sentado no hemiciclo, Posada anunciou que as goteiras provocadas pela chuva obrigavam a suspender a sessão pelo menos uma hora.

Duas horas depois Posada voltou a retomar os trabalhos.

"Quero agradecer aos trabalhadores do congresso o esforço que estão a fazer. Conseguimos poder retomar os trabalhos. Parece que as dificuldades foram superadas", afirmou.

O debate marca o primeiro frente-a-frente do presidente do Governo, Mariano Rajoy, e do líder do maior partido da oposição, o socialista Alfredo Pérez Rubalcaba.