EUA

CIA esqueceu explosivos em autocarro escolar

CIA esqueceu explosivos em autocarro escolar

Elementos da CIA usaram um autocarro escolar para realizar um exercício de treino. Só dois dias depois de já estar a transportar alunos da Virgínia é que se percebeu que ainda tinha material explosivo.

Elementos dos serviços secretos dos Estados Unidos (CIA) deixaram "material explosivo de treino" sob o capô de um autocarro escolar do condado de Loudoun, na Virgínia, depois de utilizarem o veículo para a realização de um treino.

Esse veículo retomou depois a sua atividade de transporte de alunos do ensino básico e preparatório, com o material explosivo ainda no compartimento do motor.

Segundo a CIA, o material em causa era "inofensivo".

Numa declaração divulgada na quinta-feira, a CIA explica que o exercício decorreu durante as férias escolares (21 a 24 de março) e que outros treinos similares foram realizados por outras agências públicas locais e federais ao longo do ano.

O exercício da semana passada incluía a deteção de explosivos pelos cães da equipa cinotécnica no complexo escolar de Briar Woods. Uma parte do material explosivo de treino foi escondida no compartimento do motor do autocarro. "Em alguma altura, parte do material soltou-se do recipiente e não foi recolhido após o treino", refere a CIA em comunicado.

Nos dias 28 e 29 de março o veículo fez o transporte regular de alunos de/para a escola. "O material não representou qualquer perigo para os passageiros", garante a CIA, segundo o "The Washington Post".

Por precaução, todos os autocarros escolares foram inspecionados.

Outras Notícias