Covid-19

Cidade brasileira decreta 21 dias de jejum e oração contra a pandemia

Cidade brasileira decreta 21 dias de jejum e oração contra a pandemia

A cidade brasileira de Ladário, no estado de Mato Grosso do Sul, iniciou na segunda-feira um período de 21 dias de jejum e oração decretado pela prefeitura para pedir intervenção divina no combate à pandemia da covid-19.

O decreto, que foi emitido na sexta-feira e entrou em vigor na segunda-feira, foi promulgado sob o argumento de a cidade ser maioritariamente "cristã".

Contudo, o prefeito Iranil Soares esclareceu que a prática "não é obrigatória" e que jejuns e orações devem ser realizados "em casa, para evitar aglomerações".

"Decidimos estimular a fé das pessoas, para que elas possam ter esperança, para que o momento de pânico não invada as suas mentes e corações", disse o prefeito de Ladário a jornalistas.

De acordo com o decreto, "a humanidade, em alguns momentos, recorreu a Deus para orientá-la na forma de viver e superar momentos difíceis e turbulentos, resultantes da disseminação de doenças", apelando a que no último dia desse período seja feita uma cadeia de oração, durante uma hora.

Até ao momento, a cidade com pouco mais de 23 mil habitantes contabilizou cinco casos de infeção pela covid-19, sem registo de mortes.

Em Ladário, o uso de máscara é obrigatório e as igrejas, na sua maioria evangélicas, permanecem abertas, mas só podem celebrar cultos e atos religiosos com 30% da sua capacidade.

PUB

O Brasil registou 674 mortos e 13.40 infetados pelo novo coronavírus nas últimas 24 horas, totalizando 16.792 óbitos e 254.220 casos diagnosticados desde a chegada da pandemia ao país, informou na segunda-feira o Ministério da Saúde.

A nível global, segundo um balanço da agência de notícias AFP, a pandemia de covid-19 já provocou mais de 316 mil mortos e infetou mais de 4,7 milhões de pessoas em 196 países e territórios.

Mais de 1,7 milhões de doentes foram considerados curados.

A doença é transmitida por um novo coronavírus detetado no final de dezembro, em Wuhan, uma cidade do centro da China.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG