EUA

Cinco mortos em caso de homicídio seguido de suicídio na Califórnia

Cinco mortos em caso de homicídio seguido de suicídio na Califórnia

Cinco pessoas de uma família, incluindo três meninos, morreram e outra criança foi hospitalizada com ferimentos num aparente caso de homicídio seguido de suicídio, em San Diego, na Califórnia, EUA.

De acordo com o jornal local "The San Diego Union-Tribune", a polícia recebeu uma chamada de emergência este sábado, na qual se ouvia uma discussão. Um vizinho ligou para as autoridades a dizer que estava a ouvir discussões e tiros dentro de uma casa.

Quando a polícia chegou ao local, encontrou um menino de três anos, uma mulher de 29 e um homem de 31 mortos dentro da habitação. Outros dois rapazes, de cinco anos e nove anos, foram levados para o hospital, onde foram declarados mortos. Um menino de 11 anos também foi hospitalizado para receber uma cirurgia. O estado de saúde não foi divulgado.

Uma arma foi encontrada na casa. As autoridades não disseram qual membro da família disparou, mas acreditam que a pessoa que cometeu o homicídio está morta, após suicídio.

O responsável do departamento de homicídios da polícia de San Diego, Matt Dobbs, disse à OnSceneTV, citado pela Efe, que na primeira chamada que o serviço de emergência recebeu ninguém falou com a operadora, mas ao fundo ouvia-se uma discussão, o que originou a resposta das autoridades. Pelo caminho a polícia recebeu outras chamadas que alertavam para disparos.

De acordo com o New York Times, o homem terá disparado sobre a mulher e os seus filhos e depois suicidou-se.

Alguns vizinhos disseram ao San Diego Union-Tribune que viam com frequência as crianças a brincar na rua com o cão ou a andar de bicicleta. "Estavam apenas a viver a vida de criança fora de casa, mas quem sabe o que se passa atrás da porta", afirmou um dos vizinhos, Gabriel Durazo.

Este tiroteio acontece dois dias depois de um estudante da escola Saugus High School, em Los Angeles, ter matado dois colegas e ferido outros três.

O atacante morreu na sexta-feira na sequência dos ferimentos infligidos com a arma a si próprio.