Escócia

Cobra atravessou o mundo num avião e foi encontrada em sapato de mulher

Cobra atravessou o mundo num avião e foi encontrada em sapato de mulher

Uma cobra píton viajou mais de 15 mil quilómetros escondida num avião e foi encontrada no sapato de uma mulher dentro da mala de bagagem.

Moira Boxall foi surpreendida quando voltou à Escócia, depois de umas férias em Queensland, na Austrália, ao encontrar uma cobra enrolada nos sapatos. Após contactar a Sociedade para a Prevenção da Crueldade Animal da Escócia, descobriu que tratava-se de uma cobra píton.

Inicialmente, a mulher achou que a cobra era um brinquedo e que estava a ser vítima de uma partida até o réptil se mexer, segundo contou o genro, Paul Airlie, à Australian Broadcasting Corporation.

Segundo a versão de Arlie, a cobra terá entrado no guarda-roupa da cunhada enquanto esta estava ainda de férias na Austrália. "Dias antes de regressar a casa, pensou ter visto uma cobra no quarto dela e acordou-me por volta das 3 horas da madrugada para confirmar", disse.

O réptil não foi encontrado. No entanto, havia realmente uma cobra que acabou por viajar 15 mil quilómetros, como clandestina, escondida no sapato de Moira.

A cobra píton ficou dentro do sapato, no jardim de Moira Boxall, com uma caixa por cima, até as autoridades chegarem para levá-la. Atualmente, encontra-se em quarentena na Escócia e irá ficar no jardim zoológico de Glasgow.