Grupo Estado Islamico

Coligação ataca reunião de líderes do Estado Islâmico no Iraque

Coligação ataca reunião de líderes do Estado Islâmico no Iraque

A coligação militar comandada pelos Estados Unidos atacou líderes do grupo radical Estado Islâmico, que estavam reunidos no norte do Iraque.

Os militares norte-americanos anunciaram que os ataques aéreos ocorreram perto de Mossul, a segunda maior cidade do Iraque, controlada pelos rebeldes do movimento Estado Islâmico (EI), onde estavam reunidos os líderes da organização. No entanto, os Estados Unidos não conseguiram confirmar se o chefe do EI, Abu Bakr al-Baghdadi, estava presente no encontro.

Informações não confirmadas transmitidas pela televisão árabe davam conta de o líder do EI ter sido ferido ou morto nos ataques.

"Os aparelhos da coligação conduziram na sexta-feira à noite uma série de ataques aéreos no Iraque contra o que se pareceu tratar-se de um encontro de dirigentes do EI, perto de Mossul", indicou num comunicado o comando norte-americano para o Médio Oriente e a Ásia Central.

Estas operações militares "destruíram um comboio de veículos, formado por dez camiões armados do EI", de acordo com o exército norte-americano, que não precisou se foram os Estados Unidos ou outros países da coligação os autores dos ataques aéreos.

A coligação internacional ataca quase diariamente, desde agosto no Iraque e desde o final de setembro na Síria, o grupo EI, que controla vastas áreas de territórios nestes dois países.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG