Jovenel Moise

Colombiano suspeito do assassínio de presidente do Haiti detido na Jamaica

Colombiano suspeito do assassínio de presidente do Haiti detido na Jamaica

As forças policiais jamaicanas detiveram, esta quinta-feira, um cidadão colombiano que acreditam ser suspeito do assassínio do Presidente haitiano, Jovenel Moise, em 7 de julho, informou à agência de notícias AP a superintendente da polícia Stephanie Lindsay.

De acordo com Stephanie Lindsay, ainda estavam a fazer telefonemas para diferentes embaixadas e ministros dos Negócios Estrangeiros para confirmar os detalhes. A dirigente adiantou que a polícia irá divulgar mais informações em breve.

Mais de 40 suspeitos do assassínio de Jovenel Moise foram detidos até ao momento, incluindo 18 antigos militares colombianos e vários polícias haitianos. As autoridades colombianas disseram que a maioria dos militares não sabia a verdadeira natureza da operação.

As autoridades haitianas afirmaram que o cérebro por trás do assassínio e a pessoas ou pessoas que o financiaram ainda estão em fuga.

A polícia afirma que também está a procurar outras pessoas acusadas de envolvimento no crime, incluindo um ex-senador haitiano.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG