O Jogo ao Vivo

Incêndios

Comboio espanhol terá entrado em zona evacuada horas antes

Comboio espanhol terá entrado em zona evacuada horas antes

Um deputado do Partido Popular (PP) espanhol exige explicações sobre o incidente que deixou esta terça-feira 20 pessoas feridas, depois de um comboio ter estado rodeado pelas chamas em Valência. Miguel Barrachina questiona a eficácia da coordenação entre as diferentes entidades administrativas.

O dirigente do grupo parlamentar do PP escreve em comunicado, citado pela imprensa espanhola, que está "surpreendido" com o incidente, uma vez que o município de Torás tinha recebido uma ordem de evacuação pelas 16 horas. Esse era o destino a que chegaria o comboio duas horas e meia depois da ordem de retirada das pessoas.

PUB

"Vale a pena perguntar se o nível de coordenação existente entre as diferentes administrações é adequado", acrescentou, lembrando que dos 48 passageiros que seguiam a bordo, mais de 20 ficaram feridos, pedindo esclarecimentos ao presidente da Comunidade Valenciana, Ximo Puig.

Miguel Barrachina, voz da Oposição, afirmou que nesta mesma linha de comboios - Valência-Zaragoza - "houve vários incêndios nos últimos meses, causados ​​pela falta de manutenção e limpeza da ferrovia".

Três feridos graves

O incêndio que lavra em Bejís travou a viagem de um comboio de passageiros. O maquinista parou e inverteu a marcha, mas no meio do desespero alguns passageiros saíram do veículo, tendo até partido janelas para o fazer, e ficaram feridos. Entre as vítimas, há três feridos graves.

A região tem sido afetada por incêndios de grandes dimensões, que obrigaram já as autoridades a retirarem centenas de pessoas de casa.

Numa publicação no Twitter, a ministra espanhola dos Transportes escreveu que está a trabalhar com a Renfe e com a Proteção Civil para prestar auxílio a todos os passageiros afetados.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG