Mundo

Confrontos em Berlim na véspera do 1.º de Maio

Confrontos em Berlim na véspera do 1.º de Maio

Grupos de manifestantes de esquerda entraram na segunda-feira em conflito com a polícia de Berlim, após uma manifestação convocada para a véspera do 1.º de Maio, um dia que há 25 anos resulta em distúrbios na capital alemã.

Os manifestantes lançaram pedras e garrafas contra o dispositivo policial destacado para o bairro de Wedding, onde jovens com a cara tapada com máscaras lançavam, do alto de um edifício, objetos incendiários contra as autoridades.

Os distúrbios ocorreram depois de uma manifestação de cerca de mil pessoas, convocada naquele bairro, maioritariamente habitado por imigrantes, sob o lema "Tomem o que é vosso".

As autoridades de Berlim têm preparado um dispositivo policial de cerca de 7.000 agentes, desde segunda-feira, véspera do Dia do Trabalhador, um dia conhecido como a Noite de Walpurgis, até hoje, antevendo que ocorram incidentes.

Desde 1987, ano em que se registaram incidentes violentos no bairro multiétnico de Kreuzberg, onde um supermercado ficou reduzido a cinzas, todos os 1.º de Maio têm sido palco de desordem em vários pontos da capital alemã.

Outras Notícias

Outros Conteúdos GMG