Mundo

Confrontos entre guerrilha e traficantes matam 13 na Colômbia

Confrontos entre guerrilha e traficantes matam 13 na Colômbia

Confrontos entre a guerrilha das Forças Armadas Revolucionárias da Colômbia e um grupo de traficantes de droga provocaram 13 mortos no sul colombiano, indicou o governador da província de Cauca.

"Tivemos conhecimento da morte de 13 pessoas ao fim de quinta-feira e durante a noite", pormenorizou aos jornalistas Guillermo Alberto González, citado pela agência AFP.

Os confrontos ocorreram na comuna rural de Argelia, no sudoeste da província de Cauca.

Opuseram "os vermelhos das FARC, que operam na zona, e os Rastrojos, com ambos a quererem controlar uma zona muito permeável ao tráfico de droga", acrescentou Guillermo Alberto González.

Os Rastrojos é um dos sete principais grupos criminosos que apareceram nos últimos anos na Colômbia.

Estes grupos são constituídos por traficantes de droga e ex-paramilitares de extrema-direita e são considerados como um dos principais desafios à segurança pelo presidente colombiano, Jan Manuel Santos.

As FARC lutam contra o Estado há mais de 40 anos e contam com cerca de oito mil combatentes.

Segundo o governador, a região é estratégica porque está perto da costa do Pacífico, por onde os traficantes de droga a transportam para a América Central e os Estados Unidos, primeiro mercado mundial de cocaína