Exclusivo

Construção de parque eólico da Iberdrola na Galiza ameaça parapente no Larouco

Construção de parque eólico da Iberdrola na Galiza ameaça parapente no Larouco

Projeto que empresa espanhola Iberdrola pretende instalar na serra do Larouco pode destruir um dos locais mais cobiçados para a prática de voo livre na Península Ibérica.

A linha de alta tensão que a Iberdrola Renovables quer construir no parque eólico de San Martiño, no concelho espanhol de Baltar, em Ourense, na fronteira com Montalegre, Portugal, vai impossibilitar a prática de parapente na serra do Larouco. O alerta consta de um documento, que o JN consultou, elaborado pela Federação Portuguesa de Voo Livre (FPVL), pela Real Federação Aeronáutica Espanhola, pela Federação Aeronáutica Galega e pela Associação Espanhola de Voo Livre.

Nas alegações apresentadas contra o projeto, que esteve em discussão pública até dia 13, as quatro entidades referem que não foram considerados "os efeitos" e o "impacto" que os traçados propostos terão nas atividades desportivas de voo livre, que se realizam há décadas no Larouco, reconhecido internacionalmente por ser palco de competições desportivas organizadas pelos dois países ibéricos.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG