EUA

Consultora McKinsey vai pagar 573 milhões de dólares pela crise de opióides

Consultora McKinsey vai pagar 573 milhões de dólares pela crise de opióides

A consultora McKinsey & Company chegou a um acordo de 573 milhões de dólares, com quase 50 estados dos EUA, bem como com o Distrito de Columbia e territórios, por potenciar as vendas de opioides de alto risco, incluindo o OxyContin. A decisão afasta, assim, eventuais processos civis.

O acordo foi alcançado depois da empresa de consultoria ter pedido desculpas, em dezembro do ano passado, por ter potenciado as vendas de OxyContin e outros opioides altamente viciantes, em concertação com a farmacêutica Purdue, envolvida em milhares de processos judiciais pelo país.

A maior parte dos fundos deverá ser destinada ao pagamento de programas de tratamento e reabilitação em comunidades devastadas pela crise do vício, avança a National Public Radio (NPR).

"O acordo de hoje estabelece um novo padrão de responsabilidade numa das crises mais devastadoras de nosso tempo", disse a procuradora-geral de Massachusetts, Maura Healey, em comunicado enviado à NPR. "Como resultado, as nossas comunidades receberão recursos substanciais para serviços de tratamento, prevenção e recuperação", acrescentou.

Segundo Healey, a empresa também será obrigada a divulgar milhares de documentos internos, detalhando o seu trabalho para a Purdue Pharma e para outras empresas de opioides.

"Lamentamos profundamente não ter reconhecido adequadamente as trágicas consequências da epidemia que se desdobra nas nossas comunidades. Com este acordo, esperamos ser parte da solução para a crise de opioides nos Estados Unidos", disse Kevin Sneader, sócio-gerente global da McKinsey, em comunicado.

A McKinsey é uma das dezenas de empresas americanas vinculado à indústria de opioides. De acordo com os Centros de Controle e Prevenção de Doenças, mais de 400 mil americanos morreram de overdoses relacionadas com opioides prescritos desde 1999, um vício que também escalou durante a pandemia.

PUB

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG