Mau tempo

Corpo de homem encontrado enterrado na neve em Espanha

Corpo de homem encontrado enterrado na neve em Espanha

O corpo de um homem foi encontrado enterrado na neve, na cidade de Zarzalejo, no noroeste da Comunidade de Madrid, embora as causas da morte ainda estejam a ser investigadas.

Fontes das autoridades de emergência espanholas (112) deram conta de que era uma pessoa de 54 anos "que já estava morta há algum tempo".

O corpo não mostra "sinais externos de violência", embora a causa da morte não seja conhecida neste momento, pelo que será necessário esperar pela autópsia para determinar se está diretamente relacionada com a tempestade, de acordo com as mesmas fontes.

Numa entrevista à RNE, a presidente da Comunidade de Madrid, Isabel Díaz Ayuso, comentou que a morte poderia ser devida a um ataque cardíaco.

O presidente da Câmara de Zarzalejo, Rafael Herranz, que informou o delegado do Governo na Comunidade de Madrid, José Manuel Franco, da descoberta do corpo, explicou à agência de notícias espanhola Efe que, ao meio-dia, um vizinho o chamou para o informar de que tinha sido encontrada uma pasta.

À chegada ao local, encontraram o corpo de um homem enterrado em mais de um metro de neve.

PUB

O vereador deste município das montanhas de Madrid, com menos de dois mil habitantes, disse que acredita tratar-se um maquinista de um comboio de El Escorial.

Fontes da Câmara Municipal de El Escorial confirmaram que o falecido era um residente desta cidade, sem dar mais pormenores.

O presidente da Câmara de Zarzalejo comentou que na noite de sexta-feira esteve, junto com a Guarda Civil, até às 3 horas, a recolher pessoas que tinham ficado isoladas, sem poderem regressar às suas casas.

O ministério espanhol do Interior anunciou que três pessoas morreram devido à tempestade de neve que está a atingir Espanha, e em particular Madrid.

"Apesar das condições meteorológicas extremamente difíceis, o número de incidentes é relativamente limitado, mas mesmo assim lamentamos a morte de três pessoas", disse o ministro Fernando Grande-Marlaska, numa conferência de imprensa em que não foram fornecidos detalhes sobre estes óbitos.

Desde 1971 que não se registavam em Espanha tempestades de neve desta dimensão, que colocaram este sábado cinco regiões em alerta vermelho, refere a agência de notícias France Presse.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG