Espanha

Corpo de mulher de 89 anos encontrado após estar meses num armário

Corpo de mulher de 89 anos encontrado após estar meses num armário

O corpo de uma mulher de 89 anos foi encontrado, esta quarta-feira, dentro de um armário numa casa em Pozondón, uma aldeia na Serra de Albarracim com cerca de 48 habitantes, em Espanha. O cadáver poderá ter estado fechado naquele espaço até doze meses. Os dois filhos da vítima, um homem e uma mulher entre 55 e 60 anos, foram detidos.

A Guarda Civil espanhola encontrou o cadáver de Ángeles num armário e acredita que o corpo poderá ter estado fechado durante cerca de um ano. Na casa viviam com a mulher os dois filhos, que foram detidos por suspeitas de crime de homicídio. O juiz de instrução decretou uma investigação do caso sob sigilo.

Segundo o jornal espanhol "El Mundo", o filho trabalhava por vezes na Câmara da cidade, enquanto a filha cuidava da mãe. Os serviços sociais alertaram as autoridades devido a suspeitas, uma vez que sempre que perguntavam por Ángeles, os filhos diziam que ela estava para fora.

O autarca de Pozondón, Mario Casares, explicou que foi a Câmara Municipal que, há dois meses, alertou os serviços sociais por suspeitar que algo poderia ter acontecido com a mulher de 89 anos.

"Hoje [quarta-feira] de manhã, a Polícia Judiciária entrou [na casa] e descobriu o caso", disse o prefeito à rádio espanhola "RNE", em Aragão.

De acordo com os meios de comunicação do país, a mulher tinha problemas de mobilidade e visão e mal saía de casa. A autópsia irá determinar as causas da morte.

Outras Notícias

Outros Conteúdos GMG