Investigação

Corpos de gémeos bebés encontrados num rio no Quénia

Corpos de gémeos bebés encontrados num rio no Quénia

Os corpos de dois bebés, que seriam gémeos, foram encontrados durante as operações de limpeza de um rio na capital do Quénia, Nairobi. Nos últimos meses é a oitava descoberta deste género.

As autoridades suspeitam que os corpos terão sido lançados ao rio na sequência da prática de aborto, que é ilegal na maioria das situações no Quénia.

O governador de Nairobi, Mike Sonko, já pediu uma investigação ao que considera ser uma "tendência preocupante". Este governante acredita que hospitais e clínicas estão a "livrar-se" do corpos depois de fazerem abortos. Deu uma semana para as autoridades investigarem o que se passa.

Vários funcionários estavam a limpar o rio Nairobi devido à elevada poluição que provém do bairro pobre de Korogocho quando fizeram a macabra descoberta dos dois corpos bebés dentro de um saco de plástico. Um ainda respirava mas já não foi possível salvá-lo.

Os bebés foram enterrados perto do local onde foram encontrados, depois de a polícia indicar que não era possível identificar os pais, segundo disse o porta-voz do governador, Elkana Jacob, à BBC.

Além de oito bebés, também os corpos de quatro adultos foram encontrados durante as operações de limpeza do rio.

Outras Notícias