Balanço

Covid-19 já matou mais de 4,5 milhões de pessoas

Covid-19 já matou mais de 4,5 milhões de pessoas

A covid-19 fez pelo menos 4.560.565 mortos no mundo desde que a doença foi identificada na China no final de 2019.

Mais de 220.278.710 infeções com o vírus que provoca a doença foram oficialmente confirmadas em todo o mundo no mesmo período.

Estes valores são elaborados pela AFP a partir dos balanços comunicados diariamente pelas autoridades sanitárias de cada país, mas excluem as revisões feitas posteriormente por alguns organismos responsáveis pelos dados estatísticos.

A Organização Mundial da Saúde (OMS) estima que, devido à mortalidade direta e indireta ligada à covid-19, o balanço da pandemia pode ser duas ou três vezes superior ao que tem sido registado.

Uma parte importante dos casos menos graves ou assintomáticos continua por detetar apesar da intensificação dos meios de despistagem incrementados em vários países.

No sábado, desde o balanço anterior feito pela AFP, foram confirmadas mais 10.417 mortes de pessoas infetadas com o coronavírus SARS-CoV-2 em todo o mundo.

Os países que registaram mais mortes nos seus relatórios da pandemia mais recentes foram os Estados Unidos (mais 2.914), a Rússia (793) e o Brasil (692).

PUB

Os Estados Unidos são o país mais afetado pela pandemia, em números absolutos, tanto nas mortes como nas infeções, com 648.121 óbitos e 39.906.862 casos confirmados, segundo o balanço que faz a Universidade Johns Hopkins (norte-americana).

Segue-se o Brasil (583.362 mortos e 20.877.864 infeções), a Índia (440.533 mortos e 32.988.673 infeções), o México (262.868 mortos e 3.420.880 infeções) e o Peru (198.447 mortos e 2.154.132 infeções).

Entre os países mais atingidos pela pandemia, o Peru é aquele em que o número de mortos é maior em relação ao total da população, com 602 óbitos por 100.000 habitantes, seguido da Hungria (311), Bósnia (301), Macedónia do Norte (290), República Checa (284) e Montenegro (279).

A América Latina e as Caraíbas totalizam hoje 1.448.903 mortes e 43.545.672 casos, a Europa 1.258.810 mortes e 63.862.042 casos, a Ásia 791.698 mortes e 50.920.192 casos, os Estados Unidos e o Canadá 675.120 mortes e 41.420.051 casos, a África 198.915 mortes e 7.903.091 casos, o Médio Oriente 185.356 mortes e 12.498.759 casos e a Oceania 1.763 mortes e 128.909 casos.

Por causa de correções oficiais ou da publicação tardia dos dados, os números do aumento das mortes e infeções podem não corresponder exatamente aos publicados no dia anterior, alerta a AFP.</p>

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG