Covid-19

Criança morre com sintomas da doença de Kawasaki em França

Criança morre com sintomas da doença de Kawasaki em França

Uma criança de nove anos morreu em França com sintomas semelhantes aos da doença de Kawasaki, descritos em jovens que tiveram contacto com o novo coronavírus.

A criança, que morreu devido a "danos neurológicos ligados a uma paragem cardíaca", tinha "uma serologia que mostrava que tinha estado em contacto" com o coronavírus, mas não teve os sintomas da covid-19, precisou à agência France-Presse o professor Fabrice Michel, chefe do serviço de reanimação pediátrica do Hospital de La Timone, em Marselha.

A confirmar-se o diagnóstico, trata-se da primeira morte por doença de Kawasaki no país.

Poucos casos por ano em Portugal

Embora rara, a doença de Kawasaki (herdou o nome do pediatra japonês que a descreveu pela primeira vez) surge todos os anos e sabe-se que pode ser desencadeada por infeções víricas ou bacterianas. A dúvida é saber se a covid-19 está a aumentar a prevalência.

Em Portugal, durante a pandemia, só houve um caso associado à doença rara. Trata-se de uma menina, internada no hospital D. Estefânia, em Lisboa, que, de acordo com a diretora-geral da Saúde, está a ter uma "recuperação favorável",

PUB

O número médio de casos por ano não ultrapassará as dezenas. "No Hospital de S. João, temos uma média de cinco por ano", afirmou ao JN Mariana Rodrigues, pediatra da Unidade de Reumatologia do Centro Hospitalar e Universitário S. João.

A especialista explica que a doença é mais frequente nas crianças entre os dois e os cinco anos, sendo que os bebés menores de 12 meses e os jovens têm mais risco de desenvolver complicações. Embora tratável, esta inflamação dos vasos sanguíneos pode dilatar as artérias coronárias e aumentar o risco de problemas cardiovasculares a longo prazo. Durante a infeção, "em situações muito raras, a evolução aguda pode originar um choque e levar à morte". Segundo a especialista, não há memória de óbitos pela doença de Kawasaki nos últimos dez anos no Hospital de S. João.

Vários dias de febre alta, manchas no corpo, lábios, língua e garganta inflamada, olhos vermelhos, aspeto geral doente são sinais da doença de Kawasaki. "As pessoas em geral não têm de ficar muito preocupadas porque com estes sintomas já procurariam ajuda", realça Mariana Rodrigues, considerando o alerta importante para a comunidade médica que, a partir de agora, na presença da doença vai procurar a covid-19.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG