Iraque

Curdos lançam ofensiva para recuperar zonas ocupadas por 'jihadistas'

Curdos lançam ofensiva para recuperar zonas ocupadas por 'jihadistas'

As forças curdas ('peshmergas') do norte do Iraque lançaram, este sábado, uma ofensiva militar para recuperar as zonas ocupadas pelos 'jihadistas' do Estado Islâmico em torno da cidade de Mossul, anunciou um general curdo citado pela agência EFE.

Segundo o general Abdelrahman Kurini, as forças curdas no terreno têm o apoio da aviação, a qual, no entanto, não soube precisar se é iraquiana ou norte-americana.

Ao longo da manhã, os 'peshmergas' lançaram vários ataques contra diferentes bastiões 'jihadistas', provocando dezenas de vítimas, segundo Kurini.

Na aldeia de Simhala, junto à estrada que conduz à barragem de Mossul, tomada na sexta-feira pelos 'jihadistas', as forças curdas mataram duas dezenas e feriram um número elevado de combatentes do Estado Islâmico (EI), disse.

Violentos combates registaram-se também junto a Jazar e Mahmur, sob controlo dos 'jihadistas'.

O governador da província de Ninive, de que Mossul é a capital, Azil al Nuyaifi, disse à imprensa que o apoio internacional para derrotar o EI "chegou finalmente após uma longa espera" e vai permitir reforçar as operações contra os extremistas.

Os Estados Unidos iniciaram na sexta-feira ataques "seletivos" contra posições do EI com duas rondas de bombardeamentos e deixaram em aberto a possibilidade de mais ataques.

PUB

O EI controla Mossul desde 10 de junho e combate em vários pontos do norte do Iraque para ampliar o "califado" que proclamou.

A ofensiva 'jihadista' provocou o êxodo de dezenas de milhares de civis, entre os quais vários milhares da minoria étnico-religiosa Yazidi, perseguida pelos 'jihadistas'.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG