Redes sociais

David Cameron "compra" amigos no Facebook

David Cameron "compra" amigos no Facebook

O primeiro-ministro britânico e líder do partido conservador, David Cameron, pagou para aumentar o número de amigos no Facebook. Há apenas um mês, Cameron estava 20 mil "likes" atrás do seu vice-primeiro-ministro e líder do partido liberal democrata, Nick Clegg, e agora conseguiu ultrapassá-lo.

Cameron conseguiu somar 129 mil amigos e ultrapassar os 82 mil "likes" de Nick Clegg. O investimento em publicidade terá sido patrocinado pelo partido conservador e deverá rondar os nove mil euros, uma vez que cada novo "amigo" custa 0,60 euros, refere o "El Mundo".

"Parece que David Cameron comprou a própria popularidade", criticou Sheila Gilmore, deputada trabalhista. "Isto é ele a alimentar o próprio ego: pagar por falsos amigos no Facebook", acrescentou.

"David Cameron gasta mais a comprar amigos nas redes sociais do que eu ganho num mês", apontou o advogado Tory Patton no Twitter.

David Cameron volta a ser alvo de críticas, depois de ter publicado uma "selfie" (autorretrato) a falar ao telefone com Barack Obama sobre a crise na Ucrânia. A foto, que foi publicada no Twitter e no Facebook, foi alvo de piada nas redes sociais.