Mundo

Decapitação em massa do Estado Islâmico foi coreografada para vídeo

Decapitação em massa do Estado Islâmico foi coreografada para vídeo

O último vídeo de propaganda do Estado Islâmico, publicado no mês passado, foi coreografado ao pormenor, é esta a conclusão de duas organizações privadas de combate ao terrorismo, que analisaram em detalhe as imagens da decapitação em massa de soldados sírios.

Os especialistas afirmam que o vídeo terá demorado quatro a seis horas a ser filmado e encontraram erros de continuidade na edição, com vários prisioneiros e jiadistas a trocarem de posição entre imagens, o que demonstra que foi necessário repetir cenas.

Há também três homens eliminados das sequência final do homicídio em massa e que aparecem apenas em imagens de corte. Um deles poderá ser um duplo do jiadistas britânico conhecido com Jihadi John, afirma a CNN.

Outro pormenor destacado é o facto de dois jiadistas terem microfones de lapela sem que as suas vozes surjam no vídeo, o que indica que poderão gravado mensagens para uso posterior.

Outras Notícias

Outros Conteúdos GMG