Pandemia

Depois da Dinamarca e Noruega, Finlândia também vai eliminar restrições

Depois da Dinamarca e Noruega, Finlândia também vai eliminar restrições

Os limites de lotação em eventos culturais e desportivos serão suspensos na Finlândia a partir de 14 de fevereiro, disse a primeira-ministra Sanna Marin. A maioria das outras restrições termina a 1 de março.

Restaurantes e bares, que atualmente estão proibidos de vender álcool a partir das 20 horas, poderão servi-lo até às 23 horas a partir de meados de fevereiro. Já as discotecas vão permanecer fechar até ao início de março.

Esta quarta-feira, a Finlândia, que tem 5,5 milhões de habitantes, ultrapassou a marca de meio milhão de infeções e registou 2012 mortes desde o início da pandemia, mantendo algumas das taxas de incidência mais baixas da UE. Porém, a variante ómicron levou a um grande aumento nas infeções no final de 2021.

PUB

A Dinamarca tornou-se, na terça-feira, o primeiro país da UE a eliminar quase todas as restrições de combate à pandemia. Foi seguida no final do dia pela vizinha Noruega, onde o primeiro-ministro Jonas Gahr Store disse que a sociedade deve "viver com" o vírus.

"A Finlândia está cerca de duas semanas atrasada em relação aos desenvolvimentos epidemiológicos de outros países", disse a primeira-ministra Sanna Marin, acrescentando que a data de meados de fevereiro permitirá que as autoridades observem as consequências do levantamento das restrições na Dinamarca e na Noruega.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG