Berlim

Deputado alemão nascido em África ameaçado de morte por e-mail

Deputado alemão nascido em África ameaçado de morte por e-mail

Um deputado alemão nascido no Senegal, Karamba Diaby, recebeu uma ameaça de morte por e-mail, levando a polícia a abrir uma investigação, anunciaram, na sexta-feira, os meios de comunicação social para os quais foi também enviada a mensagem.

O deputado, de 58 anos, recebeu na quarta-feira um e-mail de ameaça de morte assinado pela "orquestra dos músicos do golpe de Estado" e finalizado com um "Heil Hitler!", segundo os meios de comunicação locais alemães, que receberam uma cópia deste e-mail.

A mensagem faz referência ao político conservador pró-migrantes Walter Lübcke, assassinado em junho de 2019 na sua casa em Kassel (Hesse). O principal suspeito deste assassínio é um membro do movimento neonazi.

Karamba Diaby, que nasceu no Senegal, é o primeiro deputado negro da Alemanha eleito num círculo eleitoral da ex-República Democrática Alemã, uma região onde a xenofobia cresce.

Na semana passada, Diaby tinha já comunicado que tinham sido detetados buracos de balas no seu gabinete em Halle, um episódio que levou a maioria dos partidos alemães a manifestarem o apoio ao deputado.

O vice-presidente do partido social-democrata, Kevin Kühnert, anunciou hoje que se encontrará com Diaby para "prestar apoio, mas também para discutir como o envolvimento democrático pode ser melhor protegido".

Ameaças de morte, agressões físicas ou verbais fazem crescer a preocupação na Alemanha, face ao aumento da violência contra representantes eleitos no país, num contexto de endurecimento do clima político sob pressão da extrema direita.

No ano passado, a polícia identificou 1.241 crimes de motivação política contra eleitos de todos os quadrantes.

Líderes ambientais ou conservadoras também foram ameaçados de morte.

Outras Notícias

Outros Conteúdos GMG