Espanha

Deputados expulsos do Congresso espanhol por falarem em catalão

Deputados expulsos do Congresso espanhol por falarem em catalão

Três deputados da Esquerda Republicana da Catalunha foram convidados a abandonar a tribuna de oradores do Congresso de Deputados espanhol por tomarem a palavra em catalão. Os parlamentários protestavam contra a decisão, conhecida no dia anterior, do Tribunal Superior de Justiça da Catalunha, que obriga à introdução do castelhano nas salas de aula desde que um aluno o peça.

O primeiro deputado a ser expulso do púlpito foi Joan Tardà, que decidiu falar em catalão (algo proibido pelo regulamento da Câmara Baixa), argumentando que se o castelhano pode ser utilizado nas escolas quando um único aluno o solicita, a mesma regra poderia ser usada no hemiciclo.

Entretanto, a Generalitat da Catalunha já anunciou que não pretende cumprir a resolução do Tribunal, por considerar que esta pretende "quebrar a convivência".

Embora o castelhano e o catalão sejam ambos idiomas oficiais na Catalunha, a política linguística do Governo da comunidade autónoma considera o catalão como língua franca, privilegiado no ensino público.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG