Buscas

Desabou um hotel usado para quarentena na China

Desabou um hotel usado para quarentena na China

Mais de 30 pessoas foram retiradas dos escombros de um hotel de cinco andares, na província de Fujian, sudeste chinês, que colapsou este sábado e que estaria a albergar suspeitos de infeção com Covid-19.

O Xinjia Express Hotel, inaugurado em junho de 2018 no distrito de Licheng, região de Quanzhou, colapsou ao fim da tarde deste sábado (hora local). De acordo com a imprensa da região, citada pelo jornal "South China Morning Post", sediado em Hong Kong, cerca de 70 pessoas estariam dentro do edifício quando o acidente aconteceu e, disse fonte do Ministério de Gestão de Emergências, pelo menos 34 pessoas foram resgatadas.

Várias fontes oficiais do governo local confirmaram ao "The Beijing News" que o hotel, com cinco andares e 80 quartos, tinha sido transformado num centro de isolamento para pessoas suspeitas de terem contraído o novo coronavírus ou para quem esteve em contacto com doentes. O edifício era um dos dois locais usados para quarentena no distrito.

"Estava a jantar e de repente ouvi um grande barulho e pensei que fosse uma explosão. Foi só quando fui à varanda, que vi que o hotel inteiro tinha desabado", disse um morador ao jornal "Mnw.cn".

De acordo com o Ministério de Gestão de Emergências, o acidente mobilizou mais de 147 bombeiros e 26 equipas de emergência.

Outras Notícias

Outros Conteúdos GMG