Tentativa de homicídio

Descartada pista terrorista no atropelamento em esplanada de Bruxelas

Descartada pista terrorista no atropelamento em esplanada de Bruxelas

O condutor da carrinha que na sexta-feira protagonizou o atropelamento de seis pessoas numa esplanada no centro de Bruxelas foi, este sábado, acusado de tentativa de homicídio, tendo "a pista terrorista sido descartada", anunciou a procuradoria.

Na sexta-feira, pouco antes das 13 horas locais (12 horas em Lisboa) uma carrinha entrou em alta velocidade numa esplanada no movimento centro histórico de Bruxelas, atropelando seis pessoas que receberam cuidados médicos no local. O condutor pôs-se em fuga, mas a polícia deteve-o em Antuérpia (norte) no final do dia.

"A pista terrorista foi descartada. O suspeito detido sexta-feira foi ouvido pelo juiz de instrução e acusado de tentativa de homicídio, tendo ficado detido, disse uma porta-voz do Ministério Público de Bruxelas.

PUB

A porta-voz recusou dar informações sobre o suspeito.

Uma secção do tribunal decidirá na próxima quinta-feira sobre a extensão da prisão preventiva.

Após o incidente, o órgão responsável pela análise da ameaça terrorista na Bélgica (OCAM) elevou o nível de alerta por algumas horas de 2 para 3 (de quatro possíveis) para locais frequentados em Bruxelas antes de baixá-lo devido "a elementos tranquilizadores" na investigação em curso.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG