Apagão

Descoberta a causa que deixou 70% da Venezuela às escuras

Descoberta a causa que deixou 70% da Venezuela às escuras

O ministro venezuelano de Energia Elétrica pediu desculpas pelo apagão que terça-feira deixou 70 % da Venezuela às escuras e anunciou que a falha foi provocada pelo desprendimento de uma rede junto a uma linha de transporte.

"Em primeiro lugar queremos pedir desculpas aos venezuelanos pelos inconvenientes provocados por esta falha e agradecer o comportamento cívico da maioria da população", começou por dizer o ministro, Jesse Chacón.

Jesse Chacón falava aos jornalistas à saída de uma reunião com o presidente Nicolás Maduro na qual participaram também os dirigentes do setor da energia e durante a qual sublinhou que o Estado foi bastante responsável na informação que divulgava.

"A falha aconteceu porque o cabo elétrico está perto de uma lixeira dotada de uma malha de proteção (...) que se desprendeu sobre o cabo elétrico e, evidentemente, com o nível de humidade, produziu um curto-circuito", explicou.

Jesse Chacón desmentiu também versões de dirigentes e peritos da oposição venezuelana que davam conta de que a falha teria surgido por terem sido ultrapassados os limites de transferência na linha elétrica.

Na sequência do apagão, a oposição venezuelana acusou o ministro de enganar o país sobre a realidade do sistema elétrico e o governo de não estar a fazer os investimentos e a manutenção necessárias para o bom funcionamento do mesmo.

A coligação opositora Mesa de Unidade Democrática insistiu esta quinta-feira que tem vindo a denunciar que o investimento tem sido feito na geração de energia, descuidando-se as linhas de transporte e distribuição.

PUB

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG