EUA

Descobre que foi raptado e que mãe está viva ao fim de 31 anos

Descobre que foi raptado e que mãe está viva ao fim de 31 anos

Jermaine Mann foi raptado pelo próprio pai quando tinha somente 21 meses de vida. Passados 31 anos, descobre que viveu décadas de mentira. O pai escondeu-o do Mundo sob falsa identidade e a mãe, que sempre julgou morta, está viva.

O paradeiro de Allan Mann, o pai raptor, foi descoberto na passada sexta-feira, num pacato subúrbio de Connecticut, nos Estados Unidos da América. Pouco mais de três décadas após o crime, ocorrido a 24 de junho de 1987, durante uma visita ao filho, em Toronto, no Canadá. Foi encontrado graças a uma pista dada por um familiar à Polícia.

Allan Mann roubou duas vidas uma da outra durante demasiado tempo. Uma mãe que ficou sem o filho. Um filho que cresceu sem saber quem era, com um pai que lhe dizia que a mãe estava morta.

No dia em que foi apresentado em tribunal, Jermaine estava sentado na primeira fila, incrédulo, como as mãos na cabeça. Allan não vai responder apenas pelo crime de rapto. Para conseguir viver sob falsas identidades violou muitas outras leis.

Segue-se um julgamento e uma sentença. Mas, antes de tudo, o momento em que Lyneth Mann-Lewis vai reencontrar o filho e Jermanine conhecerá a mãe. E a verdade de toda a sua vida.

Outras Notícias

Outros Conteúdos GMG