Síria

Desertou coronel primo do vice-presidente sírio

Desertou coronel primo do vice-presidente sírio

O coronel Yaarab al-Charaa, primo do vice-presidente sírio, o sunita Faruq al-Charaa, anunciou a deserção do regime de Damasco e a sua adesão à revolução.

"Anuncio a minha deserção do regime assassino e a minha união ao grande povo sírio e à sua histórica revolução contra a injustiça, por causa da política criminosa de terrorismo, maus-tratos, tortura, assassínios e deslocações forçadas", justificou Al-Charaa, em mensagem vídeo difundida pela televisão árabe Al Arabiya.

Yaarab al-Charaa, que foi chefe do Gabinete de Segurança Política, em Damasco, garantiu que o regime do presidente sírio, Bashar al-Assad, perpetra bombardeamentos indiscriminados com o uso de todo o tipo de armas pesadas, como artilharia ou aviões caça-bombardeiros.

Incentivou ainda aos membros das forças armadas sírias a desertar do regime, por este "realizar massacres brutais".

Também o ministro francês dos Negócios Estrangeiros, Laurent Fabius, disse à agência AFP que tinha informação que iriam ocorrer mais "deserções espetaculares" do regime sírio nos próximos dias.

O regime de Damasco já foi atingido pelas deserções de figuras do círculo próximo de Al-Assad, como o primeiro-ministro Riad Hijab e o general Manaf Tlass, sendo este um amigo de infância do Presidente Baschar e filho de um aliado próximo do pai deste, Hafez.