Polícia

Detido em Itália criminoso ligado à máfia da Sicília condenado nos anos 90

Detido em Itália criminoso ligado à máfia da Sicília condenado nos anos 90

A polícia italiana deteve esta sexta-feira Giuseppe Costa, um mafioso condenado no final dos anos de 1990 por participar no sequestro do filho de um outro criminoso que decidiu colaborar com as autoridades.

Giuseppe Costa foi preso na madrugada desta sexta-feira pela polícia siciliana na localidade de Purgatório, na Sicília.

Costa está a ser processado por vários crimes cometidos desde a sua libertação da prisão, trabalhando em benefício de famílias mafiosas de Trapani e Marsala.

Costa ficou preso entre 1997 e 2007 pelo seu papel no sequestro do jovem Giuseppe Di Matteo, "um dos piores crimes da história da Cosa Nostra", segundo um comunicado da polícia italiana.

Em novembro de 1993, Giuseppe Di Matteo foi raptado por ordem de Giovanni Brusca (condenado a prisão perpétua devido à sua participação no atentado que matou o juiz Giovanni Falcone em 1992).

Giuseppe Di Matteo, com 12 anos na época do sequestro, era filho de Santo Di Matteo, integrante da Cosa Nostra, a máfia siciliana, que havia decidido colaborar com a justiça.

A criança ficou sequestrada por dois anos numa casa na Sicília, em péssimas condições, antes de ser morta em janeiro de 1996. Giuseppe Di Matteo foi estrangulado e depois dissolvido em ácido.

PUB

Um dos carcereiros de Giuseppe Di Matteo durante o sequestro foi Giuseppe Costa.

Santo Di Matteo havia revelado o papel de cada um dos 41 membros da máfia que participaram no ataque ao carro do juiz Falcone, incluindo o seu próprio papel no caso (transportador de explosivos).

O assassínio do magistrado, ordenado pelo líder supremo da máfia, Toto Riina, havia sido organizado por Brusca.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG