Crime

Detido suspeito de matar português à facada na Suíça

Detido suspeito de matar português à facada na Suíça

A polícia anunciou a detenção de um homem, suspeito de ter assassinado à facada um jovem português, sábado à noite, na Suíça.

A vítima, João Azevedo, estaria a jantar com amigos, quando o homem passou por ele e, sem que tenha havido sequer uma troca de palavras, o esfaqueou no peito, num restaurante em Morges, no cantão de Vaud, na Suíça.

O suspeito fugiu, mas a policia suíça iniciou de imediato diligências para o localizar, o que veio a acontecer na cidade de Renens, a cerca de 12 quilómetros do local do crime.

A vítima, natural de Vila Meã, Amarante, tinha 29 anos. Estudou em Coimbra, em Engenharia Civil, no ISEC (Instituto Superior de Engenharia de Coimbra) e vivia na Suíça há cerca de dois anos.

João Azevedo estava a jantar com uns amigos no "Evrin Kebab", na rue de La Gare, em Morge.A vítima estava com um grupo de amigos, cerca de 10, todos portugueses, e eram clientes assíduos do restaurante.

Segundo um porta-voz da Polícia do Cantão de Vaud, a agressão aconteceu por volta das 21.20 horas de sábado, num restaurante de kebabs, perto da estação de comboios de Morges.

"Não houve discussão ou agressões", disse Cédric Pitter, da polícia de Vaud, escusando-se a fornecer mais pormenores sobre o detido.

"Uma mulher estava a chorar, segundo testemunhos no local. Pensámos que se tinha tratado de uma agressão ou um assalto, mas entretanto vimos um homem no chão e entendemos", acrescentou Cédric Pitter.

"Os agentes chegaram depressa ao local, ao mesmo tempo que a ambulância, mas já não havia nada a fazer. A vítima perdera muito sangue", disse Cédric Pitter. "Ainda estou em choque", acrescentou, em declarações ao jornal suíço "24 Horas".

* com Augusto Correia e Óscar Queiroz

Outras Notícias