Refugiados

Dezenas de rohingyas desaparecidos após fugir de ilha polémica do Bangladesh

Dezenas de rohingyas desaparecidos após fugir de ilha polémica do Bangladesh

Pelo menos 27 refugiados rohingyas desapareceram após o naufrágio de uma embarcação, quando tentavam fugir de um acampamento de uma ilha em Bangladesh, muito criticado por organizações não-governamentais de direitos humanos, anunciaram as autoridades este sábado.

De acordo com a polícia, o pequeno barco de pesca afundou com 41 rohingyas a bordo, após enfrentar o mar agitado na Baía de Bengala, perto da ilha. Cerca de 14 pessoas foram resgatadas e a busca por desaparecidos continua.

Cerca de 20 mil rohingyas foram deslocados para a ilha de Bhashan Char, que é duramente atingida por ciclones que atingem a Baía de Bengala todos os anos. Bangladesh espera instalar cerca de 100 mil do milhão de refugiados rohingyas no seu território, a maioria em campos já superlotados.

PUB

Alguns reclamam de terem sido deslocados à força para a ilha. Milhares deles manifestaram-se contra as condições de vida.

O Alto Comissariado da ONU para Refugiados (ACNUR) expressou preocupação com "relatos de que refugiados foram detidos e presos por tentarem deixar Bhashan Char."

O Bangladesh começou a deslocar refugiados para o polémico acampamento em novembro. Centenas de rohingyas fugiram da ilha este mês e foram detidos noutras cidades costeiras, segundo a polícia.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG