Exclusivo

Dívida da Evergrande é maior que a riqueza de Portugal e deixa mundo ansioso

Dívida da Evergrande é maior que a riqueza de Portugal e deixa mundo ansioso

A Evergrande, um gigantesco grupo económico chinês ancorado na construção civil, parece estar a sofrer do problema de Ícaro. Subiu demasiado alto para chegar ao sol e as asas, afinal de cera, começaram derreter. A queda, que parece iminente, ameaça a banca chinesa e, por arrasto, a economia local e mundial.

A associação ao Lehman Brothers, que precipitou a crise financeira, e depois económica e social de 2008 e arrastou milhões de pessoas para a pobreza durante os anos que se seguiram, não surge de ânimo leve. Nem descontextualizada. A dívida da Evergrande ameaça fazer jus ao nome, lido em inglês e português: sempre (ever) e grande - são 260 mil milhões de euros, mais 60 mil milhões do que toda a riqueza produzida por Portugal em 2020, traduzida pelo indicador Produto Interno Bruto (PIB), que se situou em 202,4 mil milhões de euros.

A Evergrande emprega 200 mil pessoas e orgulha-se de ter mais de 1300 projetos em 280 cidades em toda a China. Um gigante que gera 3,8 milhões de empregos indiretos, um número aproximado de toda a população empregada em Portugal, que era de 4,7 milhões de pessoas, em 2020, segundo dados do Instituto Nacional de Estatística português.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG